AMOR SUPREMO


Pousou no meu ombro como um pássaro,
Com o bico acarinhou minha cabeça,
A minha alma abriu portas e janelas,
Entregou-se para sua morada.
Oh, tão grande entrega!
Foram à queda os deuses dos pedestais,
Minha alma recebeu vida,
A morte já não vence mais.